O que você precisa saber sobre segurança na hora do Banho e Tosa e uso de EPI’s

O que você precisa saber sobre segurança na hora do Banho e Tosa e uso de EPI’s

Já ouviu falar em EPI´s o Equipamentos de Segurança Individual? Se seu sonho é se tornar um profissional de estética pet, saiba que você precisará saber tudo sobre eles.

Esses equipamentos, e as técnicas que os acompanham são fundamentais para garantir a segurança do profissional e também do animal. Já imaginou passar por situações como: levar uma mordida? Ser exposto a alguma doença contagiosa?  Cortar-se com uma tesoura afiada na hora da tosa?

Além disso, e se o pet fugir? Sofrer um estrangulamento, queimadura, alergia, choque, ataque cardíaco e muitos outros problemas?

Ser um groomer é estar preparado para agir e prevenir situações como essas. Um dos primeiros aspectos na operação de um Banho e Tosa é ter uma equipe bem qualificada. Para garantir a segurança do animal em situação de crise, é fundamental que o profissional conheça todas as técnicas de Primeiros Socorros para animais.

Aqui na Estimação Pet School, oferecemos o workshop de Primeiros Socorros. O curso é ideal para estabelecimentos e pessoas que trabalham com animais. Nele você aprenderá tudo sobre prevenção e socorro em caso de pequenos acidentes. Vale lembrar, que o trabalho do groomer é evitar ou amenizar a situação e nunca substituirá a ação de um veterinário, que deverá ser acionado assim que a situação estiver sob controle.

Uma dica fundamental, que você aprenderá logo no curso de Banho e Tosa é que os animais devem ser divididos em grupos a serem atendidos. Como, por exemplo: animais saudáveis e doentes, filhotes e idosos, cães e gatos, animais calmos e agressivos, braquicefálicos (que não sabem nadar), cadelas no cio e demais.

Cada grupo exige um cuidado especial, mas separá-los é o primeiro passo para garantir um trabalho de qualidade e que evite acidentes.

Cuidados com a equipe

Os pets merecem todo o cuidado e carinho, mas, para proporcionar isso a eles, o profissional precisa estar saudável e protegido de possíveis acidentes.  Por isso, todo cuidado é pouco na hora de atuar, afinal de contas, sua saúde também está em jogo.

Você já ouviu falar do Programa de Prevenção de Riscos e Acidentes, sigla PPRA? Ele é um conjunto de ações que atua na preservação da saúde e da integridade e segurança dos trabalhadores. Através das etapas: antecipação, reconhecimento, avaliação e busca o controle da ocorrência de riscos ambientais existentes ou que venham a existir no ambiente de trabalho.

Para os groomers o programa recomenda o uso de: máscara, luvas, protetor auricular (a todos quando não houver barreira física entre o setor de secagem e os demais), calça e camiseta, avental plástico, sapato fechado confortável e óculos protetor.

Todos esses equipamentos são facilmente encontrados em casas especializadas em Equipamentos de Proteção Individual e até mesmo pela internet você pode achar boas opções para garantir sua lista de EPI’s

Aqui na Estimação Pet School, nossos alunos são instruídos a seguir as normas e atuar com responsabilidade com a própria saúde e com a saúde dos pets.  Por isso, eles aprendem a usar os equipamentos desde os primeiros momentos de nossos cursos.

Cuidados com o ambiente

Além dos EPI’s, outro aspecto fundamental na segurança de um groomer é o ambiente de trabalho. Então, recomenda-se que o local siga as seguintes regras:

  1. Piso antiderrapante para evitar quedas dos colaboradores com ou sem o animal em colo;
  2. Ambiente climatizado adequadamente para evitar hipertermia, hiperventilação e outros problemas ao animal, isso sem falar de cansaço excessivo dos colaboradores ao final da jornada;
  3. Troca de ar, não adianta climatizar o ambiente, mas ter uma ineficiente troca de ar, isso colabora para a proliferação principalmente de fungos;
  4. Iluminação adequada, significa bem distribuída e na intensidade adequada, isto é, sem a presença de áreas com sombra nem “fraca ou forte” demais;
  5. Superfícies laváveis e resistentes para promover uma eficiente higienização;
  6. Portas de segurança ou guias cabeadas para evitar fugas dos pets;
  7. Câmeras de segurança em pontos estratégicos para servir de prova de bons tratos aos animais atendidos.

Quer saber tudo isso na prática? Marque agora mesmo uma aula experimental e venha conhecer as instalações da Estimação Pet School.

Envie seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *